Scroll to top

Falando sobre a asma

FALANDO SOBRE A ASMA

O asmático tem um sufoco. Uma mãe ou uma família que superprotege ou até o contrário, a falta extrema de proteção que chega a sufocar. O processo tem dinãmica própria. é preciso verificá-lo, e dar conforto, segurança e prazer.
Ensina-se o paciente a respirar, principalmente a expirar, reforçando a atenção na respiração abdominal.
podemos falar do ar azul, ensinar a respirar. Na eliciação, fazer metáfora para sair do sufoco, como respirar com oxigênio no fundo do mar.
Pode-se também usar metáfora sobre matar dragões: um reino, um mago que ensina um menino a matar dragões com espada enfiada na altura do peito (só assim mata dragão).

O grande segredo era segurar a espada na altura do abdomen, controlando a respiração até aplicar o golpe ao mesmo tempo que solta o ar.
É preciso concentração e controle. O menino, para testar a habilidade, precisa enfrentar 3 dragões, o primeiro pequeno e fácil de ser enfrentado.
O maior, violento e que solta, além de fogo, muita fumaça que sufoca. Não pode haver falha, e o segredo é concentrar-se sobre a expiração.
Menino aprende, passa no teste, e pode enfrentar um dragão que atormenta todos numa aldeia que está sufocada com a fumaça e com mêdo.
É importante trabalhar levitação para motivar o paciente e convencê-lo que ele pode fazer mudanças inconscientes.
Outra idéia é sugestão sobre lugares agradáveis: talvez praia, com vento, mergulhos.
É importante sugerir também auto-hipnose com respiração correta.

Posts Relacionados

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *